voce-tem-medo-da-solidao-saiba-como-voce-pode-lidar-com-isso
Você tem medo da solidão? Saiba como você pode lidar com isso
7 de maio de 2018
entenda-como-se-livrar-da-sindrome-do-dedo-podre-nos-relacionamentos-amorosos
4 dicas para se livrar do “dedo podre” nos relacionamentos amorosos
21 de maio de 2018

Como reconhecer e superar relacionamentos problemáticos?

como-reconhecer-e-superar-relacionamentos-problematicos

A convivência interpessoal é sempre desafiadora, seja em relações familiares, profissionais, de amizade, ou afetivas. Algumas divergências são comuns e até saudáveis. Mas, falta de respeito, brigas, mentiras, abusos e muitos desentendimentos são sintomas claros de relacionamentos problemáticos.

Existem diversos tipos e gradações de relações afetivas com problemas. Ainda assim, todos resultam em tristeza, baixa autoestima e incerteza do que deve ser feito por um dos dois envolvidos.

Por isso, saber identificar esse tipo de relacionamento é o ponto-chave para superar a situação. Quer saber como? Continue a leitura e aprenda a viver melhor consigo mesma!

O que são relacionamentos problemáticos?

Divergências e chateações ocorrem em qualquer tipo de relacionamento. Em um namoro ou casamento a situação não é diferente, já que estamos juntos de uma pessoa com criação, personalidade e pretensões muitas vezes bem diferentes das nossas.

Independentemente disso, algumas situações nos permitem identificar se o relacionamento que você está vivendo pode ser considerado problemático.

Relacionamentos problemáticos são marcados por comunicações ruins ou falta de comunicação, exigências de mudanças significativas por causa da relação, comportamentos doentios ou possessivos, excesso de ciúme, falta de respeito, abusos, sensação de medo por um dos dois e até agressão física, verbal ou psicológica.

Se você se vê dentro de um relacionamento com alguma dessas características, é sinal de que está em uma convivência tóxica.


Como superar relacionamentos problemáticos?

A princípio, talvez seja mais difícil para você admitir essa realidade, o que é totalmente compreensível. Se escolhemos estar junto de alguém, possivelmente é porque gostamos e temos admiração pela pessoa que conhecemos.

No entanto, precisamos compreender que a medida em que a intimidade com uma pessoa vai aumentando é que conseguimos perceber a sua verdadeira personalidade. E aí podemos nos deparar com um caráter bem diferente do que imaginamos nos primeiros meses ou anos de convivência.

Mais do que identificar um relacionamento problemático, é preciso superá-lo e evitar outros do mesmo estilo, quebrando padrões negativos e tendo experiências mais gratificantes no futuro. Veja algumas dicas a seguir e evite cair nessas armadilhas afetivas!

Concentre-se em si mesma

Você já percebeu o quanto se frustra tentando mudar a pessoa, não é mesmo? Portanto, não perca o foco, desista de tentar modificar o outro e proteja a sua autoestima.

Então escolha atividades para incluir em sua rotina, faça uma viagem sozinha ou com amigos, foque em conhecer pessoas e faça o que realmente lhe agrade durante esse momento de transformação!

Seja feliz por si própria

Não deposite sua felicidade nos outros! Lembre-se: ela não depende da existência de nenhuma outra pessoa, tampouco do afeto de alguém. Para permanecer feliz, basta estarmos rodeados de pessoas que amamos, nos sentirmos produtivos e conseguirmos fazer coisas que nos dá prazer.

Foque nos pensamentos positivos

Evite os pensamentos negativos, como raiva, ciúme, mágoa, posse e desconfiança. Esses sentimentos, além de serem prejudiciais à sua saúde, atrapalham a quebra do ciclo de relacionamentos problemáticos, além de deixá-la mais vulnerável a futuras ligações complicadas.


Ebook amor em curso

Não aceite violências

Independentemente do amor que sente pelo próximo, nunca aceite qualquer tipo de violência, seja ela psicológica, verbal ou física. Assim, você aumenta a sua autoestima e desenvolve seu amor próprio.

No artigo de hoje, você aprendeu algumas dicas para identificar e superar relacionamentos problemáticos. Não deixe de levá-las em conta e permita-se ter uma vida mais leve e com mais satisfação!

Gostou das nossas sugestões? Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

Os comentários estão encerrados.