A procrastinação está acabando com você? Saiba como se livrar dela!
11 de março de 2019
afinal-como-lidar-com-expectativas-e-evitar-frustracoes
Afinal, como lidar com expectativas e evitar frustrações?
31 de março de 2019

6 dicas para ter mais controle das emoções nos mais variados momentos

A nossa vida é uma constante experiência emocional. A nossa capacidade de lidar com os sentimentos, ou seja, a habilidade de manter o controle das emoções, é fundamental para a qualidade da nossa percepção do que está em volta de nós: o mundo e as pessoas. 

O resultado, bom ou ruim, relaciona-se ao modo como respondemos aos acontecimentos nos quais estamos ou somos envolvidos, da forma como adaptamos o sentir conforme a situação que se apresenta. Esse controle é responsável pelo bem-estar e pela felicidade da nossa vida.

Este artigo aborda a importância de controlar as emoções nas mais diversas circunstâncias e como ter mais equilíbrio emocional. Continue a leitura!

Como ter mais controle das emoções?

Ter controle emocional é conviver com os nossos sentimentos nas mais diversas condições da vida. É compreender os outros e suas emoções e de como agir em relação a isso. Ao administrarmos o que sentimos, conseguimos construir relacionamentos mais consistentes.


Dessa forma, mantemos a estabilidade do humor, amenizamos a ansiedade, solucionamos ou impedimos conflitos e escapamos da depressão. Além disso, somos incentivados a assumir uma atitude de afinidade com as outras pessoas.

Veja as nossas 6 orientações do que fazer para ter mais controle das emoções.

1. Observe bem a si mesmo

Ao observar de forma sistemática as emoções que experimentamos, descobrimos de onde cada uma se origina. A emoção vem do que pensamos. Portanto, é preciso identificar o pensamento que deu origem a ela para que a nossa reação não seja automática, impetuosa e irrefletida. Sempre que agimos assim é sinal que a emoção está nos dominando.

2. Entenda a mensagem que a emoção quer passar

É do entendimento do que estamos sentindo que conseguiremos interpretar o que a emoção está a nos dizer. Comumente, nos encontramos em um estado de não saber como nos sentimos ou de não conseguir detalhar o que está se passando conosco.

Para obter uma resposta segura, é necessário dedicarmos um tempo para nós, para perguntarmos como estamos e as razões disso. Considerar, durante esse diálogo íntimo, a identificação de fatores físicos associados à emoção pode ser de grande valia.

3. Tenha um bom relacionamento com seu corpo

O controle das emoções não se trata apenas de coisas abstratas. Ao contrário, o nosso corpo é um canal de manifestação de sentimentos e eles estabelecem uma variedade de relações. Assim, devemos cuidar dele do jeito que ele é. Zelar pela sua saúde, lembrando que um corpo saudável não quer dizer um corpo definido somente pela estética.

4. Pratique a reflexão

Cuidado com a reação, especialmente nos casos extremos. Os sentimentos podem se manifestar no íntimo, mas não devem assumir as rédeas das nossas ações. A recomendação é respirar fundo e fazer uso da reflexão. Esse recurso possibilita uma visão real do fato. Com isso, é possível evitar uma reação impulsiva.

5. Interrompa pensamentos negativos

Afastar pensamentos negativos é primordial para quem deseja controlar as emoções. Todas as vezes que estamos com raiva ou estressados, por exemplo, nossa maneira de perceber funciona muito diferentemente do que quando estamos bem e tranquilos. Mudar o padrão emocional ajudará a encontrar a resposta ideal para o desafio que se apresenta.


Ebook amor em curso

6. Use a Ancoragem

Essa é uma técnica para recuperar, de outras experiências vividas, a sensação que se quer. Por exemplo: por causa de fatos do dia a dia sentimos que não temos mais autoconfiança, nossa autoestima está fragilizada, a covardia assume o lugar da coragem. Com a ancoragem é possível trazer de volta as sensações de confiança, de coragem e elevar a autoestima, conservando-as conosco e conseguindo melhorias na nossa qualidade de vida.

 Uma sugestão importante sobre esse tema é o capítulo sobre o controle de emoções do livro “Desperte o gigante interior”, de Anthony Robbins. A leitura dele contribuirá para você trabalhar o controle de suas emoções.

Assumir o controle das emoções é investir na estabilidade de viver. É adquirir a capacidade de se entender, compreender o mundo e as pessoas que convivem com você. Desse modo, exercitará o autoconhecimento e a boa convivência.

Como complemento deste post, recomendamos que você leia outro artigo do nosso blog: aprender a confiar nas pessoas certas: por que você precisa disso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *