Medo de crescer: como confrontar a si mesmo e se destacar!
13 de novembro de 2017
saiba-como-lidar-com-pessoas-negativas-de-forma-assertiva
Saiba como lidar com pessoas negativas de forma assertiva
27 de novembro de 2017

Em busca do propósito de vida: saiba como encontrar

É normal chegarmos a um ponto em nossas vidas que começamos a questionar nossas escolhas, nossos hábitos e até a nós mesmos. Afinal, será que o que eu estou fazendo me torna realmente feliz? Será que esse é o caminho certo a ser trilhado?

Essas indecisões fazem parte da nossa vida e do nosso amadurecimento, vindo a ser uma ótima oportunidade para tentarmos buscar o nosso propósito de vida. Afinal, todo mundo tem algo que o motiva, que o faz levantar da cama todos os dias e vibrar com cada conquista.

Você também está passando por esse processo e deseja encontrar o seu propósito de vida? Então continue a sua leitura!

O que é o propósito de vida?

Você olha para a sua vida e, de repente, não se reconhece nela? Mesmo com várias conquistas pessoais e profissionais, ainda não se sente feliz e satisfeito? Pode ser porque você esteja deixando de lado o seu propósito de vida para investir em atividades e planos que não fazem parte de quem você realmente é.

Com a nossa vida corrida e as inúmeras exigências, é normal acabarmos vivendo no “piloto automático”, trabalhando em carreiras que não têm mais relação com quem somos e desempenhando atividades que não fazem com que nos sintamos realmente conectados com a nossa essência.

O propósito de vida é justamente isso: aquela sensação de que você está conectado consigo mesmo, fazendo algo que lhe deixa feliz e que faz a sua “alma vibrar”. Resumindo, é algo em que você acredita, que lhe deixa satisfeito e que faz com que a sua vida tenha sentido para você.

Como descobrir o meu propósito de vida?

É claro que encontrar o propósito de vida não é uma tarefa muito simples. Principalmente porque muitos de nós não estamos acostumados a nos ouvir. Mas é preciso tentar.

Quanto mais fundo for o mergulho dentro de si, mais descobertas incríveis você fará e, claro, mais fácil será entender a si mesmo: seus medos, suas motivações, suas crenças limitantes e, claro, o seu propósito de vida.

Para isso, existem alguns questionamentos que podem lhe ajudar:

Qual a minha essência e como eu contribuo para a humanidade?

Esse é um questionamento bem amplo, mas fundamental para começar esse mergulho no seu mundo interno. Quanto mais sincero você for, melhor. Não tenha medo de se ouvir.

Reflita sobre alguns pontos necessários para a evolução da humanidade e como você pode contribuir para atingir essas metas. Com isso, você começará a pensar mais sobre si mesmo, sobre seus valores e sobre o que é importante para você como pessoa e também como cidadão.

Quais são os meus maiores talentos?

Agora é o momento de você começar a exercitar a sua autodescoberta. Pegue um pedaço de papel e comece a listar os seus principais talentos, aqueles que fazem com que você sinta orgulho e prazer em ser quem você é.

Será possível aproveitar esses talentos? De que forma? Avalie se eles estão sendo motivados na sua rotina — se esse não for o caso, pense em criar momentos e atividades que ajudem a desabrochar essas aptidões.

Como posso ser mais eu?

Um dos grandes motivos de insatisfações e infelicidade é quando sufocamos nosso propósito de vida e deixamos de ser quem somos para nos tornarmos o que esperam de nós.

Será que isso está acontecendo com você? Ouça, de verdade, quem é você. Atribua uma nota para a sua vida atual, para o seu nível de felicidade e para o quanto se sente conectado consigo mesmo.

Se essa nota estiver baixa, é sinal de que mudanças precisam acontecer. Comece fazendo planos e criando os alicerces para aquelas alterações que você sabe ser necessárias.

Qual legado quero deixar?

Finalize o exercício resumindo a si mesmo em uma frase: se fosse possível que as pessoas se lembrassem de você de forma sucinta, como isso seria?

Como você viu, encontrar o propósito de vida não é uma tarefa simples. É preciso estar disposto a fazer um mergulho dentro de si e a descobrir motivações e desejos íntimos. Porém, essa viagem pode ser extremamente recompensadora!

Você gostou desse conteúdo? Tem dúvidas ou gostaria de compartilhar sua experiência? Deixe um comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *